Buscar

Ingenuity - O primeiro voo motorizado em Marte

Ingenuity também aparece como ingenuidade na tradução do google, porém neste caso estamos falando de Ingenuity como Engenhosidade.

Esta é a grande característica dessa máquina incrível que está próxima a fazer o primeiro voo motorizado fora do planeta Terra, ou melhor, em uma atmosfera que não seja a nossa.


A grande meta do Ingenuity é de conseguir levantar voo, ficar por 20 a 30 segundos voando a poucos pés de altura e pousar em segurança provando assim que é possível voar na atmosfera marciana.


Imagem do Ingenuity voando a uns 3 metros de altura com o hover ao fundo no cenário desértico de marte

Parece uma tarefa fácil para nós que estamos acostumados a ver drones, helicópteros, aviões e outras engenhosidades voando aqui pelo planeta Terra, até parece que pode ser uma missão fácil, porém Marte tem 3 fatores físicos que mudam completamente um comportamento do voo de um drone.

1 - Sua gravidade é de 1/ 3 da nossa gravidade (deixa o equipamento mais “leve”).

2 - A densidade do ar em Marte é de menos que 1% da densidade do ar na terra e isso sim é um grande obstáculo, pois a velocidade de rotação das hélices precisa ser muito maior para compensar o efeito aerodinâmico debilitado.

3 - A temperatura média de -80 graus celsius poderia congelar o sistema da aeronave, podendo causar danos fatais a aeronave.


Vamos fazer uma descrição do Ingenuity:

Ele é uma caixa retangular um pouco menor que uma caixa de sapato e é chamada de fuselage (13.6 cm × 19.5 cm × 16.3 cm), tem 4 hastes com uns 50 a 60cm com uma inclinação de 45º que são a base para pouso, acima da caixa tem dois pares de hélices bipás (uma girando no sentido horário e outra no sentido anti-horário) e um pouco acima das hélices uma placa retangular de painel solar.

Sua massa ou seu “peso terrestre” é de 1,8Kg, a distância entre as extremidades das hélices é de 120 cm e sua altura é de 49cm.


No final de fevereiro, após o pouso da Perseverance o plano é manter Ingenuity dentro do hover por até 2 meses para que ele tenha energia para alimentar seu sistema de aquecimento, sem precisar usar o próprio carregador solar. Enquanto a missão principal do Perseverance (achar resquícios de vida) acontece.


Hover Perseverance visto por baixo com detalhe em vermelho do Ingenuity acoplado

Detalhe do Ingenuity acoplado na barriga do Hover Perseverance
Detalhe do Ingenuity acoplado na barriga do Hover Perseverance

Quando a missão do Ingenuity for iniciada ele vai seguir uma sequência de de voos que ocorrerá uma vez ao dia (dia marciano). O voo irá durar até 90 segundos , que é o que a bateria permite. Então a cada dia a missão de voo irá aumentar de maneira gradual em distância e em altura.


Imagem do delta de um provavel antigo rio no canto da cratera Jezero com uma marcação verde do caminho planejado para a exploração

Não parece tão difícil, mas se parar pra pensar o Ingenuity não conta com uma rede de satélites que lhe dariam um sinal de posicionamento adequado para o voo autonomo.

Ah mas ele tem visão computacional, então pode se guiar pela câmera. Imagina a quantidade de poeira levantada pelo Ingenuity e a câmera tentando achar um ponto fixo e estável no solo. Eu consigo imaginar o pior cenário possível.


Por fim. Muito em breve conheceremos o resultado do primeiro voo motorizado em uma atmosfera que não é a da Terra. Isso é muito empolgante e certamente será um momento lembrado na história da exploração de Marte e do espaço.


Animação simulando o voo do Ingenuity deixando o Hover para trás e quebrando barreiras de distância e altura

44 visualizações0 comentário